Dia do Psicólogo: conheça o mercado e as áreas de atuação desse profissional

Celebrado em 27 de agosto, a profissão possui diversas vertentes e vê na psicologia de emergências e desastres um promissor campo de atuação

No dia 27 de agosto é celebrado o Dia do Psicólogo. O mercado de psicologia está cada vez mais forte no Brasil. De acordo com dados do Conselho Federal de Psicologia (CFP), o país conta com 398.227 profissionais em atuação em todo território nacional. Em Minas Gerais, são 43.835 credenciados ao Conselho Regional de Psicologia MG, sendo o terceiro estado brasileiro com o maior número de profissionais em atuação. São Paulo e Rio de Janeiro ocupam, respectivamente, o primeiro e o segundo lugar do ranking.

E em tempos de pandemia, o serviço se faz cada vez mais essencial. A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que as crises de ansiedade aumentaram quatro vezes após o início da COVID-19 e o Brasil é o país com maior prevalência de ansiedade no mundo – 9,3% da população enfrenta o problema. Diante desse cenário, também aumentaram as buscas por atendimentos psicológicos. A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) relata que 59% dos seus associados registraram um aumento de até 25% nas consultas.

A coordenadora do curso de psicologia da Faculdade Pitágoras, Andreia Bernardes, corrobora a maior procura por profissionais nesse período. “Na realidade, a pandemia potencializou algumas questões já existentes nas pessoas. Ansiedade, medo, receio de perder alguém, problemas financeiros, dúvidas e incertezas. Foi potencializada a necessidade do cuidado da saúde mental”. Ela afirma que o crescimento é, ainda, um reconhecimento da importância da profissão. “O psicólogo é um profissional da saúde mental e é importantíssimo que as pessoas estejam bem. A OMS defende que estar bem não é a ausência de doença, mas sim um estado de completo bem-estar físico, mental e social. E a psicologia é uma das formas do sujeito estar saudável e bem. Importante destacar que a psicologia é uma ciência, não é algo místico ou espiritual. Todo o trabalho é realizado seguindo um contexto científico. A psicologia é formatada a partir da ciência”.

Andreia Bernardes destaca que a maior dificuldade enfrentada pelos profissionais no mercado é a ampliação do acesso ao serviço. “A psicologia, apesar de ser primordial para a sociedade, ainda é um serviço que não é oferecido de maneira ampla para a população, principalmente as mais carentes. Há um certo elitismo no acesso aos profissionais porque a psicologia ainda não é tão acessível para as populações que mais precisam dela. Precisamos de políticas públicas para viabilizar esse acesso e acabar com o estigma de que a assistência psicológica é apenas para aqueles com condições financeiras mais favoráveis”, defende Andreia.

Além da clínica

É comum que as pessoas associem o trabalho do psicólogo ao atendimento clínico, mas Andreia Bernardes ressalta que a área de atuação do profissional é bem ampla. “A clínica ainda é a mais procurada pelas pessoas que se formam em psicologia, mas o mercado é amplo e diverso. É possível atuar em diversas frentes como a escolar, esportiva, hospitalar, social, jurídica e organizacional”.

A coordenadora chama atenção para uma frente que está crescendo em todo o Brasil e que surge cada vez mais oportunidades no mercado. “A psicologia das emergências e dos desastres está em crescimento e é um dos futuros da profissão. Ela estuda o comportamento humano diante de desastres e catástrofes. O psicólogo que atua nessa área desenvolve ações preventivas e trabalha no pós-trauma. Essa especialização ficou em evidência, por exemplo, após rompimentos recentes de barragens em Minas Gerais”.

Conheça as áreas de atuação de um psicólogo

• Psicólogo escolar: esse profissional pode desenvolver trabalhos de orientação profissional e vocacional com alunos. Realizar ações com o corpo docente e os familiares dos estudantes. Auxiliar o profissional de educação a conhecer os processos de ensino e aprendizagem baseado em fundamentos teóricos.

• Psicólogo esportivo: responsável por ajudar na melhoria do desempenho dos atletas. Os competidores recebem do psicólogo avaliações, intervenções e orientações com base nos aspectos psicológicos que contribuem para o seu rendimento no esporte. O profissional realiza, ainda, avaliações e diagnósticos dos esportistas com o objetivo de identificar emoções que podem influenciar o desempenho nas competições.

• Psicólogo hospitalar: atuando em hospitais, clínicas, ambulatórios ou enfermarias, esse profissional é responsável por estudar a saúde mental dos pacientes internados nas instituições de saúde. Além disso, ele presta apoio aos familiares dos pacientes e aos profissionais de saúde que trabalham nos centros de saúde.

• Psicólogo social: normalmente, esse profissional atua em grupos que são vítimas de exclusão social como pessoas em situação de rua, presidiários e usuários de drogas. O psicólogo social estuda o comportamento humano no contexto social em que as pessoas estão inseridas.

• Psicólogo clínico: é a área de atuação mais popular da psicologia. É a terapia que pode ser realizada de forma individual, em casal, família ou grupos. Nela, o psicólogo emprega técnicas e métodos com o objetivo de conhecer a realidade psíquica e comportamental de um sujeito.

• Psicólogo jurídico: um dos campos mais diversos da psicologia. O profissional pode atuar em várias frentes como divórcio, guarda, execução penal, alienação parental, interdição, entre outras. Ele trabalha no ambiente da justiça levando em consideração a perspectiva psicológica dos fatos jurídicos.

• Psicólogo de emergências e desastres: considerado um novo e promissor campo de atuação, o profissional desta área desenvolve ações preventivas e trabalha no pós-trauma em desastres, catástrofes e situações-limite como acidentes aéreos, rompimento de barragens, terremotos e furacões.

• Psicologia organizacional: atuando em empresas, o psicólogo organizacional é responsável por compreender o comportamento dos colaboradores de uma instituição com o objetivo de melhorar o desempenho e aumentar a produtividade. Ele faz a gestão de pessoas em uma organização

• Psicólogo docente: a sala de aula também é uma das opções para o profissional que se forma em psicologia. O psicólogo pode se especializar e ser professor em um curso de graduação.

Fonte: Faculdade Pitágoras / Foto ilustrativa: Pexels

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *