Primeiro e único centro de reabilitação para crianças com fissura labiopalatina é inaugurado em Boa Vista (RR)

Acaba de ser inaugurado no Hospital da Criança Santo Antônio, o Núcleo de Atendimento e Reabilitação de Crianças com Fissura Labiopalatina (NARFIS): o primeiro e único centro de Boa Vista (RR) destinado ao tratamento de crianças com fissura labiopalatina. A Iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura de Boa Vista, a Smile Train, a maior organização do mundo dedicada à causa da fissura labiopalatina, o Hospital da Criança Santo Antônio e a Associação Norte Amazônica de Apoio à Pessoa com Fissura Labiopalatina de Roraima (Amazonfir).

“Essa inauguração é um grande marco. Desde 2019, a Smile Train, por meio de especialistas e membros do conselho médico, está assistindo e capacitando médicos e profissionais da área da saúde na região. O intuito da Smile Train é justamente especializar profissionais locais tanto nas técnicas cirúrgicas quanto em protocolos de tratamento e segurança do paciente. Chamamos esse modelo sustentável de treinamento e capacitação de ensine o homem a pescar”, explica Mariane Manfredini Goes, diretora de área da Smile Train para a América do Sul.

Estudos mostram que há cada 3 minutos, um bebê nasce com fissura labiopalatina, uma anomalia craniofacial que afeta bruscamente a anatomia da boca e dificulta atividades simples da rotina, como falar, respirar e se alimentar. “Ainda não se sabe, exatamente, o que causa a fissura labiopalatina, mas é senso comum entre os especialistas que as causas da fissura podem incluir predisposição genética bem como exposições ambientais tais como tabagismo, uso de drogas e infecções. Não podemos deixar de mencionar também o impacto social da fissura labiopalatina. Com frequência, vemos casos crianças que não conseguem frequentar a escola ou até mesmo brincar, em decorrência da fissura labial. Muitas acabam evitando sair e falar em público por causa da baixa autoestima”, conta Dra. Mareny Damasceno, diretora geral do Hospital da Criança Santo Antônio.

Tendo em vista que a cirurgia de reparação é o método mais efetivo para tratar a fissura labiopalatina, com resultado imediato após o procedimento, a ortodontista, Tatiane Leite Xaud, que atua no hospital desde 2013 e representa a Amazonfir, reforça que a novidade transformará o sorriso de diversos pacientes. “Fico feliz em fazer parte desse momento. Com os treinamentos, toda a equipe do hospital estará preparada para realizar cirurgias no município. Podemos ajudar as crianças da capital e do interior do estado”.

Para o prefeito, Arthur Henrique, a inauguração do primeiro e único centro de reabilitação para crianças com fissura labiopalatina em Boa Vista é um grande avanço. “O Hospital da Criança Santo Antônio está equipado para dar todo o suporte necessário nessas cirurgias. Essa parceria entre as instituições beneficia toda a comunidade de fissura labiopalatina, que precisa de um atendimento especializado e integral”, finaliza.

Fonte: Smile Train / Foto ilustrativa: Andrezza Mariot SEMUC/PMBV

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *