Apresentação

A edição brasileira da Revista Saúde Coletiva, atualmente publicada pela editora MPM Comunicação Ltda., é uma publicação trimestral destinada à divulgação de assuntos na área de Saúde Coletiva.

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.


Foco e escopo

A edição brasileira da Revista Saúde Coletiva, atualmente publicada pela editora MPM Comunicação Ltda., é uma publicação trimestral destinada à divulgação de assuntos na área de Saúde Coletiva.

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.

A Revista Saúde Coletiva aceita artigos inéditos e originais, condena o plágio e autoplágio. Aceita artigos escritos no idioma português, os quais devem ser destinados exclusivamente à Revista Saúde Coletiva, não sendo permitida sua apresentação simultânea a outro periódico, seja parcial ou integralmente. O limite é de até 6 (seis) autores por artigo.

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.


Periodicidade

A Revista Saúde Coletiva é uma publicação trimestral.

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.


Política de Ética Editorial

A Revista Saúde Coletiva tem por objetivo a divulgação de assuntos na área de Saúde Coletiva, colaborando, assim, com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais.

A Revista Saúde Coletiva aceita artigos inéditos e originais, condena o plágio e autoplágio. Aceita artigos escritos no idioma português, os quais devem ser destinados exclusivamente à Revista Saúde Coletiva, não sendo permitida sua apresentação simultânea a outro periódico, seja parcial ou integralmente. Os autores devem checar se os descritores utilizados no artigo constam no DeCS (Descritores em Ciências da Saúde).

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.


Políticas de Seção

A Revista Saúde Coletiva possui uma seção em sua estrutura:

  1. Artigos: A seção contém artigos científicos inéditos.

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.


Processo de avaliação

O manuscrito submetido passa por algumas fases de submissão que envolvem o corpo técnico, a Editora Científica (EC) e Pareceristas Ad Hoc. Para julgamento do mérito do manuscrito durante o processo de julgamento, o anonimato dos autores será garantido entre os revisores e pareceristas.

Na primeira fase, a análise inicial passará pela Secretaria da Revista Saúde Coletiva, verificando se as normas estabelecidas nas instruções aos autores foram cumpridas. Caso essas normas estejam fora do padrão, serão devolvidos os manuscritos aos autores para as devidas correções. A taxa de submissão é de R$150,00.

Uma vez o artigo adequado, este será encaminhado para a Editora Científica. O manuscrito avaliado será encaminhado para dois pareceristas – avaliação cega.

Os pareceristas fazem o julgamento do manuscrito. Havendo discordância entre os dois primeiros, então será enviado a um terceiro parecerista.

Após tomar conhecimento dos pareceres, a coordenação científica conduzirá a decisão: aceite, aceite após revisão e recusa.

Caso o artigo seja aceito, a taxa de publicação é de R$650,00.

Caso seja recusado, será devolvido ao autor indicado, acompanhado de justificativa do Conselho Científico.

Serão aceitos trabalhos para as seguintes categorias:

Artigo de Revisão de Literatura: Revisão crítica e rigorosa da literatura sobre temas pertinentes à saúde. (Máximo de 13 páginas incluindo resumos, tabelas, figuras e excluindo folha de rosto e referências).

Artigos Originais: resultado de pesquisa de natureza empírica, experimental, com metodologia rigorosa, clara, discussão aprofundada e interface com a literatura nacional e internacional. (Máximo de 15 páginas, incluindo resumos, tabelas, figuras e excluindo folha de rosto e referências).

Relato de Experiência Profissional: Experiências de profissionais na área de saúde, que podem auxiliar outros profissionais nas tomadas de decisões em patologias específicas. (Máximo de 15 páginas, excluindo folha de rosto, incluindo resumos, tabelas, figuras e referências).

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.


Política de Acesso Livre

 

A Revista Saúde Coletiva proporciona acesso público ao seu conteúdo a fim de contribuir para a difusão do conhecimento científico e democratizar o acesso a artigos científicos.

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.


Indexação

CINAHL LATINDEX, GOOGLE ACADÊMICO

Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.